Candidaturas Financiadas

Designação da Operação
Unidade de Desenvolvimento do Cluster Científico e Tecnológico de Atividade Física, Desporto e Saúde (CLUSTER ATIVO)
Código da Operação: LISBOA-01-0246-FEDER-000029

Descrição da Operação
De O projeto da Faculdade de Motricidade Humana (FMH-ULisboa) consiste na criação de uma Unidade de Desenvolvimento do Cluster Científico e Tecnológico de Atividade Física, Desporto e Saúde (CLUSTER ATIVO). A FMH-ULisboa configura-se como o elemento central do CLUSTER ATIVO, com um novo centro de investigação e desenvolvimento, associado ao setor do ensino superior, cujo presente campus está sito no concelho de Oeiras.

Este centro estará vocacionado para desenvolver aplicações de interesse público, especializando-se na área da atividade física, desporto e saúde, encontra-se perfeitamente alinhado com a Estratégia Nacional de Especialização Inteligente (ENEI), nomeadamente no domínio prioritário “Saúde” e com a RIS3 de lisboa, inserida no Domínio de Especialização da “Investigação, Tecnologias e Serviços de Saúde” A FMH-ULisboa, enquanto uma das faculdades de desporto mais antigas e conceituadas do País, promulgando uma política de inovação aberta, será capaz de atrair uma variedade de empresas na área da atividade física, do desporto e da saúde. A manutenção da FMH-ULisboa no concelho de Oeiras, onde existe já um parque tecnológico relevante, poderá colocar este concelho na vanguarda do desporto hitech e certamente atrair novas empresas que procurem o desenvolvimento de produtos desta natureza. Para além de toda a tecnologia associada à atividade física, ao desporto e à saúde, que representa uma oportunidade para se estabelecerem novas empresas - neste que já é um dos concelhos mais tecnológicos do País - existem ainda outras tecnologias que decorrem da investigação que se realiza na faculdade, cuja exploração poderá gerar valor económico.

Destaca-se como exemplo a localização da Google no concelho de Oeiras com um histórico recente de interesse no desenvolvimento de novas soluções de geolocalização, as quais são também matéria de investigação e aplicação comunitária de alguns laboratórios da FMH-ULisboa no domínio da mobilidade ativa das pessoas e a respetiva interação com o ordenamento do território. Entre outras aplicações, pode-se destacar o Programa FITescola, que foi desenvolvido pelo Laboratório de Exercício e Saúde e cuja propriedade intelectual é da FMH-ULisboa. O produto desenvolvido pela FMH-ULisboa no âmbito deste programa foi no ano passado selecionado pelo Governo de Portugal para ser apresentando na WebSummit - 2018, contando com a presença dos ministros da Economia e da Educação. Pode ser antecipado que uma aproximação mais real ao ecossistema tecnológico existente no concelho possa gerar oportunidades de interesse comum e de natureza bidirecional para a FMH-ULisboa e para empresas de cariz tecnológico.

Esta candidatura corresponde à tipologia de Intervenção “46. Valorização económica e transferência do conhecimento científico e tecnológico”, sendo que este projeto permitirá à FMH-ULisboa expandir a sua atividade em I&D, valorizando conhecimento desenvolvido pelos seus 126 investigadores, eliminando as limitações impostas pela reduzida dimensão da infraestrutura existente, e aproximando-se a empresas e sociedade, segundo uma estratégia de cooperação na forma de cluster.

A unidade a instituir é um Centro Tecnológico (CT), e o CLUSTER ATIVO será uma unidade dentro da orgânica da FMH-ULisboa, com uma vocação estratégica clara, a nível da área de investigação, e metodologia de transferência de conhecimento. Alavancando-se no vasto e rico historial de I&D na área da atividade física, desporto e saúde, em que a FMH-ULisboa é das mais antigas e conceituadas a nível nacional, o CLUSTER ATIVO vem materializar a resposta a uma ausência de inovação aplicada para a atividade física, desporto e saúde. Oeiras é o concelho ideal para este empreendimento, primeiro pela concentração de instituições dedicadas ao desporto, e em segundo lugar, pela capacidade de atração de empresas tecnológicas, tanto PME como de grande dimensão. O CLUSTER ATIVO será um veículo de transferência de tecnologia e cooperação entre a universidade e empresas, que permitirá ao setor privado criar soluções inovadoras, com benefícios claros para a sociedade.

Por último, podemos referir que o CLUSTER ATIVO visa materializar a resposta à ausência de inovação aplicada para a atividade física, desporto e saúde, com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras. O projeto permitirá a aquisição de novos equipamentos e construção de um novo laboratório de Sistemas Biológicos, juntando-se aos oito laboratórios e centros de estudos a modernizar e a instalar no novo edifício, que terá 4 pisos e uma área bruta total de 6,189.74 m2.

Objetivos da Operação
Objetivo geral: Desenvolver linhas de I&D e transferência de conhecimento por meio da abordagem multidisciplinar e interdisciplinar dos diversos temas implícitos na promoção da saúde e da qualidade de vida, na prevenção de riscos e na otimização do desempenho, no domínio da atividade física, desporto e saúde.
Objetivos específicos:

  • Integrar conhecimento e promover colaboração científica de qualidade entre investigadores
  • Aplicar e transferir conhecimento aos setores envolvidos na aplicabilidade da investigação em Ciências do Desporto;
  • Articular a investigação teórica e aplicada
  • Otimizar os recursos de pesquisa relacionados com as Ciências do Desporto, dentro da FMH-ULisboa, bem como a divulgação de resultados científicos e sua transferência;
  • Incorporar pessoal técnico e de investigação de reconhecido prestígio
  • Facilitar a criação de redes de investigadores nacionais e internacionais
  • Densificar a parceria com a CM Oeiras, monitorizando a saúde nos programas comunitários existentes;
  • Densificar a relação entre a investigação, o desenvolvimento de patentes e os processos de treino e a prática desportiva;
  • Atrair empresas de desenvolvimento tecnológico e impulsionar a criação de novas empresas, aumentando as oportunidades de emprego científico e tecnológico;
  • Aplicar o conhecimento gerado pelo CLUSTER ATIVO ao setor privado e também ao setor público regional e nacional;
  • Densificar os fundamentos das políticas públicas do desporto, educação e saúde e o seu impacto social
  • Aumentar a atual massa crítica de I&D em 20%, atingindo os 151 investigadores;
  • Dotar a FMH-ULisboa de um novo laboratório de Sistemas Biológicos, alcançando um número total de 9.

Projeto apoiado pela Comissão Europeia/Portugal 2020

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Identificação da Operação
Designação da Operação: Ampliação do Pavilhão de Ciências do Desporto
Código da Operação: LISBOA-01-0162-FEDER-000989

Descrição da Operação
De acordo com a missão da Faculdade de Motricidade Humana, e face às exigências de dinamização e de crescimento que tem enfrentado, para dar resposta às necessidades de novos espaços para investigação e/ou com fins pedagógicos, teve a necessidade de ampliar o edifício das Ciências do desporto. Esta intervenção potenciou a investigação realizada, permitindo a execução de um maior número de projetos nacionais e internacionais, o aumento de elementos das equipas de investigação, bem como angariação de um maior número de alunos, em particular de doutoramento.

Data de Inicio: 2008/06/02
Data de Fim: 2009/12/31

Financiamento da Operação
Custo Total: 338,042.83€
Comparticipação (Fundo): 100,857.89€

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Identificação da Operação
Designação da Operação: Modernização da sala de exercício da Faculdade de Motricidade Humana
Código da Operação: LISBOA-01-0162-FEDER-001178

Descrição da Operação
A Faculdade de Motricidade Humana - FMH face às contínuas exigências de dinamização e crescimento, em particular no que diz respeito à investigação científica e tecnológica e em projetos de extensão à comunidade, vê-se na contingência de proporcionar novos espaços e equipamentos de forma a dar resposta às necessidades laboratoriais que vão surgindo. Neste sentido é de enorme importância a aquisição de equipamento que dê resposta às áreas de estudo desenvolvidas pela FMH

Data de Inicio: 2013/12/18
Data de Fim: 2013/12/18

Financiamento da Operação
Custo Total: 16,887.90€
Comparticipação (Fundo): 6,755.16€

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Identificação da Operação
Designação da Operação: Aquisição de equipamento Científico e Tecnológico - Esaote MylabOne Vascular e Analisador de Gases
Código da Operação: LISBOA-01-0162-FEDER-001177

Descrição da Operação
A Faculdade de Motricidade Humana - FMH face às contínuas exigências de dinamização e crescimento, em particular no que diz respeito à investigação científica e tecnológica, vê-se na contingência de proporcionar novos espaços e equipamentos de forma a dar resposta às necessidades laboratoriais que vão surgindo. Neste sentido é de enorme importância a aquisição de equipamento que dê resposta às áreas de estudo desenvolvidas pela FMH.

Data de Inicio: 2011/12/23
Data de Fim: 2012/12/20

Financiamento da Operação
Custo Total: 40,688.40€
Comparticipação (Fundo): 16,275.36€

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Identificação da Operação
Designação da Operação: Aquisição de Serviços para instalação de rede estruturada de comunicação e de iluminação na FMH
Código da Operação: LISBOA-01-0162-FEDER-001176

Descrição da Operação
A Faculdade de Motricidade Humana devido às exigências e ao crescimento científico e tecnológico que tem enfrentado, viu-se na contingência de adaptar e modernizar a sua rede de comunicações e de iluminação, de forma a potenciar a atividade científica e tecnológica existente. Esta necessidade de melhoria da rede de comunicação e elétrica foi aumentada com a ampliação do edifício LORD.

Data de Inicio: 2010/12/06
Data de Fim: 2011/02/05

Financiamento da Operação
Custo Total: 53,161.10€
Comparticipação (Fundo): 21,264.44€

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Identificação da Operação
Designação da Operação: Smart City Sense
Código da Operação: LISBOA-01-0247-FEDER-017906
Objetivo principal: Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação
Região de intervenção: Lisboa
Entidades beneficiárias: Thales Portugal, S.a. / Instituto Superior Técnico / Faculdade De Motricidade Humana

Descrição da Operação
O Projeto Smart City Sense, financiado pela União Europeia ao abrigo do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, no âmbito do Portugal 2020 para as regiões de Lisboa, propõe uma abordagem ao tema das cidades inteligentes, que coloca o cidadão como ponto fulcral do processo de recolha e partilha de informação.

O projeto propõe a conceptualização, desenho e implementação de uma plataforma informática em que, a riqueza dos dados recolhidos pelos cidadãos (volume, variedade e detalhe), seja agregada com outros dados provenientes de uma multiplicidade de sensores, sistemas e aplicações disponíveis na cidade, fornecendo em tempo real, uma visão mais clara e viva sobre o "Pulsar" global da cidade.
Esta plataforma irá permitir criar um ambiente virtual adequado à cooperação entre os cidadãos, operadores de serviços e autoridades da cidade, de modo a garantir que as informações disponibilizadas por uma das partes, estejam disponíveis após processamento, consolidação, tratamento e análise para consulta por todas as outras partes interessadas.
Este objetivo será suportado por um conjunto de tecnologias e conhecimentos (Big Data, Data Mining, Statistical Reasoning, Ciências Sociais e Fatores Humanos), que envolvem os processos de recolha de informação, interface com as pessoas, análise e avaliação da qualidade dos dados recolhidos, agregação e análise de dados heterogéneos, modelação dos dados da cidade e das suas relações físicas e funcionais, modos de apresentação da informação aos cidadãos, operadores e autoridades, bem como mecanismos de incentivo à participação dos cidadão como contribuintes e produtores de informação.

Data de aprovação: 27-09-2016
Data de início: 01-12-2016
Data de conclusão: 30-05-2019

Financiamento da Operação
Custo Total: 702.396,27€

Mais informações em http://smartcity.isr.tecnico.ulisboa.pt/

Erasmus Incoming